Buscar
  • rodolfominari

IDADES

Eu já fui velho, só andava de bengala

Eu já fui homem, tudo tinha hora marcada

Eu já fui moço namorando a madrugada

E agora sou criança jogando bola na sala

Ai, ai, maldade do tempo

Que nunca deixou de correr

Feliz é aquele que sabe

Que a alma não precisa envelhecer

Eu já levei ovelhas com o meu cajado

Eu já cruzei um oceano inteiro a nado

Eu já voei por todo o céu com minhas asas

Hoje sei que o universo é no quintal da minha casa

Ai, ai, maldade do tempo

Que nunca deixou de correr

Feliz é aquele que sabe

Que a alma não precisa envelhecer

0 visualização

Editora3Serpentes©2018

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now